A história de Edgar Sawtelle

Indisponível

A história de Edgar Sawtelle

David Wroblewski
  • Formato(s) de venda:
  • Tradução: José Rubens Siqueira
  • Páginas: 528
  • Gênero:
  • Formato: 16 x 23 cm
  • Lançamento: 24/08/2009

Mudo desde o nascimento, Edgar Sawtelle se comunica apenas por sinais e bilhetes. Leva com os pais uma vida tranquila, na fazenda da família. Ao longo de gerações, os Sawtelles criaram e treinaram uma raça de cães cujo dedicado companheirismo tem sua síntese em Almondine, a amiga e eterna aliada de Edgar. A volta inesperada de Claude, o tio paterno, leva o caos ao então pacífico lar dos Sawtelles. Após a morte repentina do pai de Edgar, Claude se insinua na vida da fazenda e conquista o afeto da mãe do menino.

Confuso e dominado pelo sofrimento, o rapaz tenta provar que Claude teve algum papel na morte de seu pai, mas o plano fracassa e se volta contra ele, resultando em novas tragédias. Ao fugir para a área florestal nos limites da fazenda, Edgar amadurece em contato com a vida selvagem, por ter de lutar pela própria sobrevivência e a dos três jovens cães que o acompanharam. Contudo, a necessidade de apontar e de enfrentar o assassino do pai e a devoção aos cachorros sawtelle fazem o menino voltar para casa.

David Wroblewski é um mestre da narrativa, um contador de histórias que arquiteta cenas e desenlaces arrebatadores: as fazendas primitivas do Norte dos Estados Unidos, o embate do homem com as forças da natureza, a mudança das estações, um icônico celeiro americano, uma aparição sobrenatural na chuva são alguns dos elementos dessa fascinante saga familiar, que trata de ódios, rancores e paixões.

David Wroblewski

David Wroblewski

David Wroblewski cresceu no cenário de A história de Edgar Sawtelle: os limites da Floresta Nacional Chequamegon, área rural de Wisconsin. A essa lembrança ele atribui parte da inspiração para esse livro de estreia, que o colocou no topo da lista de best-sellers do jornal The New York Times, com mais de 1,5 milhão de exemplares vendidos nos Estados Unidos, e no primeiro lugar das listas do Canadá e de Portugal.